segunda-feira, 22 de outubro de 2012


"Eu já lhe disse que o perdão não cria um relacionamento. A não ser que as pessoas falem a verdade sobre o que fizeram e mudem a mente e o comportamento, não é possível um relacionamento de confiança. Quando você perdoa alguém, certamente liberta essa pessoa do julgamento, mas, se não houver uma verdadeira mudança, não pode ser estabelecido nenhum relacionamento verdadeiro.

 (William P. Young - A Cabana)

5 comentários:

Paulo Sotter disse...

Na minha opinião, perdoar é não guardar rancor sobre determinado ato, mas voltar a confiar como antes não se trata de perdão. Arrependimento apenas não é a chave para a resolução desse problema, mas sim mudança de atitude. Abraços

Paulo Sotter disse...

Oi Luzia, estou passando pra lhe dizer que indiquei seu blog para o Prêmio Dardos.

passe no meu blog TARRAFEANDO e pegue seu prêmio.

Um grande abraço.

Lu Rosário disse...

Perdoar é esquecer e estar com o coração livre consigo e com o outro.

Beijos!

Luzia Medeiros disse...

Este livro me tocou profundamente, nos ensina a ser pessoas melhores. Precisamos perdoar a quem nos feriu e também perdoar a si mesmo.

Beijos.

Be Lins disse...

Lu,
eu adoro seu blog, e adoro a companhia que você me faz nesse universo de blogueiros.

A propósito, me foi de grande importância ler este post.

Um beijo grande
e meus votos de muita alegria pra você.

Be