segunda-feira, 21 de maio de 2012


"A sua felicidade não é a minha, e a minha não é a de ninguém. Não se sabe nunca o que emociona intimamente uma pessoa, a que ela recorre para conquistar serenidade, em quais pensamentos se ampara quando quer descansar do mundo, o quanto de energia coloca no que faz, e no que ela é capaz de desfazer para manter-se sã. Toda felicidade é construída por emoções secretas. Podem até comentar sobre nós, mas nos capturar, só se permitirmos."

(Martha Medeiros - Coisas da vida)

6 comentários:

Thaisa Schelles disse...

PERFEITO! Felicidade é tão particular e única, assim como o sofrimento, cada um sabe o que fere e o que cura.

Beijos

Corpo-Alma disse...

Que lindo blog Luzia, teus poemas são sensiveis e permeados de ternura. Prazer vir aqui. Sigo-te poeta!

Rosemary Lima disse...

Oi seu blog é lindo, to seguindo!
Dá uma passadinha lá no meu blog também!
bjos

http://rosemarylima.blogspot.com.br/

Rafaelle Melo. disse...

Coisa bonita de dar espasmos de felicidade!

Beijos.

Rafaelle Melo. disse...

Coisa bonita de dar espasmos de felicidade!!

Rafaelle Melo. disse...

Coisa bonita de causar espasmos de felicidade!!