quinta-feira, 10 de maio de 2012

"Na minha eternidade cabe nós. Cabe eu e minha família. Eu e meus amigos. Os de perto, os de longe, os do outro lado da tela do computador. Cabe os dias bonitos. Cabe os choros divididos, os risos compartilhados, os abraços jamais esquecidos. Cabe os laços, cabe as luzes, as memórias e suas saudades.

Na minha vontade cabe um jardim. Uma casa toda branca com janelas azuis. Uma roseira no quintal e um girassol na porta de entrada. Cabe um amor limpinho morando dentro dela. Cabe eu e minha história, bordada de afinidades, amor e leveza."

(Cris Carvalho)

2 comentários:

Kamila Behling disse...

O que houver, com amor, cabe em nós!

Fiques com DEUS!

Aline Teles disse...

Cris Carvalho escreve com o coração. Adoro os textos dela. Beijinhos.