sábado, 28 de abril de 2012

"Eu gosto de ser mulher, de inventar histórias, de sentir saudade e sonhar de amor. Gosto do vento que vem contar mentira e casos que ouviu além. Eu gosto de me sentir frágil e saber ser guerreira, de guardar segredos e pequenos detalhes que somente as mulheres possuem. Eu gosto de esconder minhas lágrimas, quando toda a minha fragilidade vem à tona. Sentir a energia masculina nas mãos do homem que me protege e abre a minha sombrinha de renda creme. Adoro quando ele me aconchega em seus braços, para que eu possa descansar no seu abraço."

(Denise Portes)

Um comentário:

Alê disse...

Adoro a leveza da Denise: Ela é doce!