domingo, 16 de outubro de 2011


"Não aceito papel de má. E boazinha é um apelido quase feio. Fico no meio termo. A virtude não me atrapalha e o improvável sempre me aceita."

(Ju Fuzetto)

2 comentários:

Alê disse...

Há de se ser: doce e salgada! ou agridoce, na medida exata!

Thaisa Schelles disse...

Concordo plenamentee... boazinha hoje é quase que idiota! auhuauha...o melhor é ser indefinida!