domingo, 7 de agosto de 2011

"Intelectuais se aprumam, pigarreiam e começam a responder dizendo “Veja bem…” e daí em diante é um blablablá teórico que tenta explicar o inexplicável. Poesia serve exatamente para a mesma coisa que serve uma vaca no meio da calçada de uma agitada metrópole. Para alterar o curso do seu andar, para interromper um hábito, para evitar repetições, para provocar um estranhamento, para alegrar o seu dia, para fazê-lo pensar, para resgatá-lo do inferno que é viver todo santo dia sem nenhum assombro, sem nenhum encantamento."

(Martha Medeiros - Doidas e Santas)

5 comentários:

Luana Liarkeis disse...

oxiii lindo !!
seu cantinho continua muito fofo!!

JasonJr. disse...

... :D ...
:D Auu love! :D

Thaisa Schelles disse...

adoreii!!! =)

" Poesia serve...Para alterar o curso do seu andar". Nenhuma bela poesia depois de lida com carinho, nos permite continuarmos iguais.
Beijos

Julia Wartha disse...

Adorei o blog, tô seguindo! E a Martha e suas palavras sábias! Tem um autógrafo dela lá no meu blog, pra todos os leitores. Dá uma conferida!

Boa semana!

Julia - Blog Mania de Escrever
www.amaniadeescrever.blogspot.com

Alessandra Manna disse...

"Verdade verdadeira". O que seria de nós sem a poesia, sem a sensibilidade?