quinta-feira, 25 de novembro de 2010

"Só amo devagarzinho. Tempo por tempo. Verso por verso. Grito por grito. Até virar acontecimento. No meu amor, as delicadezas não cabem num só silêncio."

(Priscila Rôde)

10 comentários:

rívea duarte disse...

Acredito que o verdadeiro amor é isto e basta! Sou fã de Priscila, escreve com uma delicadeza ímpar .. .

Ótimo dia.
Um beijo,

,)

Grasi disse...

"No meu amor, as delicadezas não cabem num só silêncio."
Lindo isso...
Bjão lindona :)

Valquíria Oliveira Calado disse...

Belíssimo, DEVAGARINHO VAMOS LONGE.BJO

BM' disse...

lindo =D

Denise Portes disse...

Luzia querida,
Essa é a forma mais delicada e sábia de amar. Exatamente como acredito que amar faz bem.
Gosto muito de te encontrar no Delírio da Bruxa e adoro passear aqui.
Beijo
Denise

Pietra Mariah! :) disse...

é tão bonito assim, intenso.
Lindo blog Luzia (:

Tatiane Lemos disse...

Acho que no amor de ninguém, tem amores que são feitos de ausências e silêncios, mas o meu não!

Beijos menina linda!

Meu blog está com um problema, e por isso não aparece a atualização na pagina dos amigos, mas peço que mesmo assim não deixe de me visitar.

Cristiane disse...

Ahh como eu queria amar com essa delicadeza!! Sonhos...

Moa disse...

Seu blog é um oceano de sensibilidade. Parabéns!

Abraço!

Gislãne disse...

Ah eu sou fã dos escritos da Priscila Rode , o blog dela é um dos meus preferidos assim como o seu espaço.


:)