domingo, 12 de setembro de 2010

"A vida, meu Deus, poderia se resumir a um belo dia de Sol. Mar. Areia quente. Pensamentos indo e vindo. Uma paz sem tamanho. Coração ao vento. A verdade é que o bom é sempre simples. Saúde para sorrir. Confidências. Um olhar que diz tudo. Sonhos. Esperança.

Se a paz tivesse uma cor, teria a cor do céu de hoje. Azul. Assim como as palavras. Como o desejo. E o infinito.

Ps: Alguém me responde: qual o maior mistério do mundo?

O coração de uma mulher
ou o mar?

(Vai e vem. Vem e vai. Correntes. Tempestades. Calmarias. Chego a uma conclusão natural (quase infantil): o mar é feminino."

(Fernanda Mello)

6 comentários:

Daaý Brunett´S disse...

é dificil heim... mulher e mar e seus mistérios!
Adorei
Ótima semana pra ti =)

Brunno Lopez disse...

Se eu disser, pra onde ficaria esse mistério?

E isso é aquele tipo de busca eterna, que nenhum resultado agrada de verdade.

Eu gosto mesmo de pensar na surpresa. Na eterna e invariável surpresa.

Nara disse...

Mulher é tão complicada quanto o mar, né?
Me orgulho disso.

Beijo,
Nara

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Mas a Luzia é assim:

"A calmaria tempestuosa da qual necessitam os velejadores..."


Me revelo
Te revelas.

Sil.. disse...

Eu também acho o mar feminino!!!

Luzia, minha linda!!!!

Que sensação boa quando eu entro aqui.
São seus braços de paz, que acolhem a gente sempre com esse carinho!!!

Beijo meu!

Patrícia Lara disse...

Luzia, minha querida... saudades imensas do seu cantinho maravilhoso!

Eu sempre chego aqui e me sinto em casa... em paz... (é bom demais!)

Eu simplesmente amei esta postagem sua! É de uma beleza, de uma leveza... afff... (me fogem as palavras para comentar...)

Parabéns, pela sensibilidade da escolha.

Beijos,
Patrícia Lara