terça-feira, 31 de agosto de 2010

"No fundo, mesmo lendo tanto, pensando tanto e filosofando tanto, a gente gosta mesmo é de quem é simples e feliz. A gente não se apaixona por ninguém que vive reclamando e amassando jornais contra a parede. A gente se apaixona por esses tipinhos banais que vivem rindo. E a gente se pergunta: que é que ele tem que brilha tanto? Que é que ele tem que quando chega ofusca todo o resto? Como é que dá pra ser feliz nesse mundo? Vence quem passa por essa vida rindo. E se o preço que se paga por ser um pouco feliz é ser um pouco idiota, dane-se."

(Tati Bernardi)

2 comentários:

Daaý Brunett´S disse...

Verdade !!!
temos aquele misterio de conhecer o que ele tem? viver um pouco dessa felicidade...kkk
amei
Um beeeeijo grande!=*

Patty disse...

No fundo, mesmo lendo tanto, pensando tanto e filosofando tanto, a gente gosta mesmo é de quem é simples e feliz.

O que nos completa é a simplicidade, a alegria, até a bobice. O que é o amor senão um sentimento tolo??? Pra que filosofias amorosas se as palavras mais lindas são simples: EU TE AMO!!!

adorei seu post....
beeios