segunda-feira, 26 de julho de 2010


"Desassossegados do mundo correm atrás da felicidade possível, e uma vez alcançado seu quinhão, não sossegam: saem atrás da felicidade improvável, aquela que se promete constante, aquela que ninguém nunca viu, e por isso sua raridade.

Desassossegados amam com atropelo, cultivam fantasias irreais de amores sublimes, fartos e eternos... cheios de ânsias e desejos, amam muito mais do que necessitam e recebem menos amor do que planejavam.

Desassossegados pensam acordados e dormindo, pensam falando e escutando, pensam antes de concordar e, quando discordam, pensam que pensam melhor, e pensam com clareza uns dias e com a mente turva em outros, e pensam tanto que pensam que descansam."

(Martha Medeiros)

3 comentários:

Winny Trindade disse...

Eu sou tão desassossegada...
E nem penso em mudar.. e nem consigo, só consigo ser assim.

Abraço meu.

Tatiane Lemos disse...

Nossa eu sou uma eterna desassossegada então, (risos)

Amo a Martha, beijos grandes Lu*

Aline disse...

Muito lindo seu blog!

me encantei =)