segunda-feira, 24 de maio de 2010


"Mas ela já o amava tanto que não sabia mais como se livrar dele, estava em desespero de amor."

(Clarice Lispector)

Um comentário:

Evelyn Krystal disse...

Essa é a parte mais profunda, dolorosa e nostálgica que tem.
"desespero"